Costa Deliziosa: diário de viagem “Rumo a Leste”


Diário de viagem a bordo do Costa Deliziosa, navio da Costa Cruzeiros, de 13 a 20 de setembro 2020 na viagem “Ruma a Leste”, de Trieste a Puglia, Calabria e Sicilia. 

Depois de seis longos meses sem navios, há grande entusiasmo pela partida “pessoal”, assim como de outras companhias de cruzeiros. O Costa Deliziosa é o primeiro navio da Costa Cruzeiros a retomar a navegação, propondo um itinerário semanal no Adriático à descoberta de portos italianos em Trieste e no sul de Itália.

 

Costa Deliziosa é um velho conhecido, tenho boas lembranças de um dos primeiros cruzeiros feitos pelo navio, no já longínquo 2010. Embarcamos em Trieste, num belíssimo domingo solarengo. O agendamento do check-in permite aceder ao terminal qualquer fila e concluir rapidamente as operações de embarque. A zaragatoa, tornada necessária pelo Safety Protocol desenvolvido para o retomar da navegação, exige cerca de uma hora de espera, após a qual finalmente se embarca! Respirar o “ar do navio” rejuvenesce os pulmões dos cruzeiristas em abstinência!

Todos os serviços estão ativos e totalmente utilizáveis ​​a bordo, ainda que com novas normas e em conformidade com os protocolos de saúde. Do camarote com varanda vê-se a bela Trieste e o cais de Bersaglieri, enquanto ao almoço se começa a familiarizar com os menus multimídia. O exercício de emergência é também rápido e prático, individualizado e com horário livre de realização.

O primeiro dia a bordo passou muito rápido, entre a vontade de sol e relaxamento e o desejo irreprimível de redescobrir todos os cantos do navio. A partida foi emocionante, não só pelo sol e mágico clima de Trieste, mas também porque transmite a verdadeira sensação de voltar a navegar. Um aperitivo na piscina enquanto espera o pôr-do-sol é, então, uma obrigação, não querendo nunca deixar a vista do horizonte.

 

 

A primeira escala do cruzeiro foi em Bari, onde nos esperou também um clima de verão. As regras atuais prevêm que o desembarque só pode ser feito com excursões organizadas, para proteger a segurança dos passageiros, evitando ao máximo o contato com o exterior. No entanto, isso não impede que se conheçam lugares maravilhosos, na comodidade de excursões bem organizadas a preços irrisórios. Optamos por Matera, uma cidade nunca antes visitada e que seguramente não irá desiludir as expectativas. Uma surpresa situada entre duas colinas, com becos mágicos e casas que parecem falsas. Na volta, relaxe, apanhe sol, beba cocktails e passe uma noite em boa companhia.

 

Não estamos a muitos quilômetros de distância do próximo porto de escala: Brindisi. Cidade que não conheço, mas cuja visita adiei para uma próxima ocasião, escolhendo a excursão a Ostuni. Uma pequena viagem leva-nos a esta particular “cidade branca”, que visitamos com total tranquilidade e da qual não podemos sair sem antes comprar um delicioso produto típico. Cruzeiro é também sinónimo de boa comida e descobertas gastronômicas … E esta noite “exploraremos” o Restaurante Samsara: o tagliatelle é ótimo… e as sobremesas fenomenais!

Terceira escala do cruzeiro Corigliano-Rossano, na costa calabrese. A nossa excursão levou-nos primeiro a descobrir o mundo do alcaçuz em Amarelli, prosseguindo depois para o centro de Rossano. Arte, tradições, o belíssimo museu Codex. E já é hora de voltar a bordo. Todas as excursões são de meio dia na nova programação temporária. De resto, não há como ficar entediado: sol e vida de piscina, um lanche no Muscadins, aperitivos e um novo jantar especial no Restaurante Club, com um filet sublime e um ambiente relaxante e elegante.

No dia seguinte desembarcamos em terra siciliana, na belíssima baía de Siracusa. Oportunidade imperdível para visitar a ilha de Ortigia, numa “walking tour” organizado pela companhia. Passear pela cidade foi realmente emocionante, desde os becos mais pequenos às praças e igrejas, com a belíssima catedral. Um bom café e uma lembrança antes de voltar a bordo. As tardes passam rápido: um almoço sem pressa, a academia, o spa, um café no lounge, nunca lotado e sempre com funcionários atenciosos. Hoje à noite pizza na Pizzeria Pummid’oro, acompanhada, como se não bastasse … de burratina e zizzona!

Gostamos tanto da vida a bordo que, não sem algumas incertezas, desistimos de desembarcar em Catânia. A empresa teria oferecido roteiros fantásticos na cidade, no Etna, em Acireale… No entanto, mesmo da popa pode-se desfrutar de uma bela panorâmica sobre a cidade. Fotos, alguns vídeos e algumas leituras nos aproximam da penúltima noite a bordo.

Se é bom estar a bordo, estar a bordo do mar é ainda mais…. Passamos o último dia deste cruzeiro a bordo do Costa Deliziosa a subir o Adriático em direção a Trieste. O clima não é mais o de verão na Sicília, mas isso não impede um último banho, um jacuzzi e muitas caminhadas nos decks internos e externos. Chega o momento triste de fazer a mala, mas a satisfação de estar de volta a navegar logo nos faz pensar no “próximo”, e o desembarque torna-se menos doloroso.

Devo dizer que, com exceção do desembarque que não é gratuito, mas que é inevitável nas condições atuais, todos os aspetos do cruzeiro estão perfeitamente preservados e todos os serviços a bordo estão cómoda e perfeitamente utilizáveis. Uma parte do Spa ainda não pode ser aberta, assim como a discoteca à noite. Mas pode-se dançar na piscina, no Gran Bar, no Piano Bar. No teatro pode desfrutar de espetáculos e a equipa de animação propõe sempre novos jogos e formas de entretenimento. Nenhuma precaução ditada pelo Safety Protocol é invasiva ou limitante: não esqueçamos que há mais de seis meses estamos habituados a usar máscara em todo o lado.

Recomendo sair e relaxar, aproveitando o mar e aquela sensação fantástica de velejar num cruzeiro: #cruisingagain!

Todas as informações sobre as novas regras a bordo do Costa Cruzeiros no nosso → Artigo dedicado. Não perca ofertas e Reviews do Costa Deliziosa no Cruising Journal.

Gabriele Bassi

Comments