Como voltar a navegar: o exemplo do Costa Cruzeiros


Costa Cruzeiros voltou a navegar no passado dia 6 de setembro, depois de um longo trabalho de planeamento do Safety Protocol e cuidadosas validações sanitárias de acordo com o governo italiano. Vejamos, em detalhe, a vida a bordo pós-Covid 19 e os detalhes do Safety Protocol.

Para voltar a navegar, o Costa Cruzeiros desenvolveu um protocolo sanitário desenvolvido em colaboração com especialistas independentes em saúde pública, coordenado pela V.I.H.T.A.L.I. (Value in Health Technology e Academy for Leadership and Innovation), spin-off da Universidade Católica de Roma. O projeto faz parte das diretrizes de saúde nacionais e internacionais, com personalizações posteriores da companhia para maior precaução e segurança.

O protocolo inclui um amplo conjunto de medidas e procedimentos, cobrindo todos os aspetos do cruzeiro, desde a segurança da tripulação ao check-in e embarque dos passageiros, passando pela vida a bordo e as excursões.

Para a tripulação, o Costa Cruzeiros já disponibilizou uma triagem preliminar nos países de origem, incluindo dois testes de zaragatoa para o COVID-19. Na chegada a Itália, as tripulações são submetidas a um terceiro teste de zaragatoa e os negativos confirmados são admitidos a bordo, onde deverão permanecer 14 dias em quarentena. Durante toda a permanência a bordo, as suas condições de saúde são monitorizadas constantemente com controlo diário da temperatura e zaragatoas a cada 30 dias.

A bordo, a assistência de saúde foi aprimorada e é gratuita para quem desenvolver sintomas de gripe e quiser fazer exames. O sistema de ar condicionado não inclui agora a recirculação de ar, tendo sido modificado para maior higienização. A limpeza e a desinfeção são mais aprofundadas e frequentes.

Check-in e procedimento de embarque

O embarque dos passageiros acontece procurando evitar ao máximo o congestionamento nos terminais e a permanência na área portuária. Deste modo, é necessária a realização obrigatória de um check-in online previamente à chegada, com uma autocertificação que exclua sintomas gripais e outros problemas de saúde. O check-in online produz um tempo de embarque, a ser respeitado para evitar uma afluência de muitas pessoas ao mesmo tempo.

No momento de embarque, procede-se à entrega da bagagem e verificação dos documentos. É realizada a zaragatoa, com resultado após cerca de uma hora de espera. A partir desse momento é possível entrar a bordo.

Os camarotes são submetidos a um completo processo de higienização e certificados com uma etiqueta específica, colada na porta. Dentro encontram-se máscaras e instruções básicas de como se comportar num cruzeiro com os novos procedimentos.

Para evitar aglomerados, no dia do embarque é possível proceder a exercícios de emergência individuais: pode se apresentar na estação mestre a qualquer momento, com o colete salva-vidas, para rapidamente concluir o procedimento com o pessoal de bordo.

Vida a bordo

A vida a bordo não é interrompida pelo Safety Protocol. A verdade é que a grande parte dos serviços estão totalmente disponíveis, sem grandes limitações e sem a necessidade de atenção especial. O pessoal de bordo está totalmente preparado para ajudar o passageiro em todas as suas exigências.

A máscara é obrigatória em todas as áreas comuns e onde não seja possível manter uma distância de pelo menos um metro. Estamos, de resto, habituados há meses a usá-lo em todos os ambientes comuns e, portanto, não constitui uma limitação à nossa liberdade. Naturalmente não é obrigatória quando se sentar no bar, restaurante, espaços externos e se mantiver a distância nas espreguiçadeiras.

Por motivos de segurança, é necessário seguir o passageiro, através do scan do cartão do cruzeiro, durante os períodos nos restaurantes, bares e teatro. Em salas menores encontra à entrada o limite máximo de pessoas permitidas, assim como nas casas de banho, banheiras de hidromassagem (máximo 1 pessoa ou 1 unidade familiar de no máximo 7 pessoas) e piscinas (embora em número suficiente em proporção às pessoas a bordo).

Os elevadores, normalmente capazes de acomodar até 18 pessoas num navio como o Costa Deliziosa, podem ser usados, no máximo, ​​por 4 pessoas. Algumas áreas, como a do restaurante buffet, têm saída e acesso unilateral. A bordo, existem alguns postos para realizar o controle voluntário da temperatura corporal.

Espetáculos e entretenimento

O entretenimento a bordo passou por algumas alterações, mas sem reviravoltas. A equipa de animação realiza jogos, questionários, torneios desportivos de acordo com a tradição da companhia: evitam-se contactos estreitos entre os participantes, jogos corpo a corpo, desportos de contacto (permitido o ténis, por exemplo). Jogos simpáticos e novos são propostos todas as noites na área central, ampla e arejada, desfrutando da tecnologia de vídeo e a proverbial simpatia dos animadores.

No teatro senta-se com distanciamento entre as várias sessões e neste momento não está prevista uma equipa de baliado a bordo devido aos contactos inevitáveis ​​que teriam durante as exibições. Os espetáculos incluem cantores a solo, acrobatas, ilusionistas.

A discoteca está temporariamente fechada, mas é permitido dançar com música ao vivo nos outros salões do navio. O Casino encontra-se totalmente aberto, tanto na área de mesa e slot, como na sala de jogos para crianças. O Teen Club e o Squok Club estão a funcionar, com os devidos cuidados.

Não estão previstas noites de gala e cocktail para evitar ajuntamentos. A noite dedicada ao Costa Club, com fotos e recordações, é mantida.

Restauração e bar

A restauração sofreu alguma alteração com a mudança dos menus de papel e do serviço de buffet, por cuidados de higiene óbvios. Em cada mesa dos restaurantes e bares encontram-se os QR Codes para serem digitalizados com o telemóvel, para que possa consultar online, com a wifi gratuita a bordo, os menus completos de pratos e bebidas.

O serviço de bar no interior é take away e à mesa, nas áreas exteriores apenas take away. A sua carta cruzeirista não é manuseada pela tripulação, mas sim digitalizada remotamente para registrar as despesas.

À mesa, o mis en place é reduzido e baseia-se num guardanapo, talheres e copos quando o hóspede se senta à mesa. Todas as refeições são servidas à mesa, para evitar filas e o contacto entre pessoas e refeições. As linhas dos buffets clássicos são utilizadas na coinfecção de refeições expressas.

Nos restaurantes principais as mesas foram espaçadas e neste momento não existe um turno duplo de jantares, mas sim uma espécie de serviço em horário livre, embora na sua carta cruzeirista exista uma indicação de tempo a respeitar com uma certa tolerância.

O pequeno-almoço inclui pratos doces e salgados trazidos diretamente à mesa (para evitar a espera na receção dos pedidos) e alguns a pedido, sempre gratuitos como os à base de ovos ou outros. O mesmo estilo também para o lanche, servido à mesa com opção de doces e salgados, ambos trazidos diretamente pela tripulação.

Ginásio e Spa

O Ginásio e o Spa estão abertos e acessíveis. O ginásio na sua totalidade, com exceção de algumas estações alternadas (como tapetes rolantes e bicicletas ergométricas) para manter uma distância segura entre as pessoas, e a obrigação de lavar as mãos e o equipamento após a utilização. A área de desportos ao ar livre está aberta para uso individual e para jogos que envolvem distância entre os participantes.

O Spa, por outro lado, foi obrigado a encerrar temporariamente a área de talassoterapia, sauna e banho turco. Todos os outros tratamentos estão disponíveis (massagens e outras terapias). Para ir ao encontro das preferências dos hóspedes, foi preparada uma série de novos tratamentos “mãos livres” que não envolvem o uso direto das mãos pelos terapeutas.

Fotos e lojas

Os serviços de fotografia e as lojas estão totalmente disponíveis. Na Photo Shop os funcionários estão disponíveis para procurar as fotografias dos clientes, uma vez que não é possível efetuar a procura individual nas caixas. Já os artigos expostos estão disponíveis, após higienização das mãos e com assistência dos funcionários. Para facilitar a procura, caso seja obtido o consentimento do hóspede, o número do camarote é registrado no momento das fotos, para que todas as fotos do mesmo passageiro possam ser agrupadas em pastas. O serviço Shades permite que tenha um fotógrafo à sua disposição para fotos profissionais a bordo.

As lojas estão abertas regularmente, com um número máximo (mas significativo) de hóspedes no interior. Com a ajuda dos funcionários, pode experimentar perfumes e roupas (depois higienizadas a vapor). As roupas também podem ser trazidas para o camarote.

Foi ativado o serviço Shopping Concierge que permite a encomenda de artigos e produtos com entrega na loja ou camarote. O catálogo pode ser sempre consultado através da leitura do QR Code.

Serviço de receção e outros serviços

Para evitar filas e contactos, os serviços de Receção e Posto de Turismo ao público são suspensos e transferidos para via telefónica. A central foi atualizada e responde a qualquer necessidade sem qualquer espera. Poderá então dirigir-se à Receção com hora marcada para o caso de precisar de recolher documentos ou outros.

Pagamento em dinheiro, verificação de conta corrente, reserva de excursões, descontos Costa Club são todos serviços facilitados pela app Costa Cruzeiros e pelos quiosques de informações disponíveis a bordo. Já foi automatizado o registro do cartão de crédito.

Nenhum documento em papel é emitido na cabine por razões de segurança. Tudo pode ser consultado na APP, nas telas de bordo ou via telefónica na Receção.

Excursões

O desembarque nos portos de escala é certamente o especto do cruzeiro que sofre a maior limitação. No estado atual da lei não é permitido desembarcar autonomamente nos portos de escala, apenas mediante a compra de uma excursão organizada pela empresa. Os preços são absolutamente acessíveis (99 euros para 5 excursões).

A Costa Cruzeiros trabalhou para programar múltiplas excursões em todos os portos de escala, garantindo o máximo de segurança para os passageiros. Todos os participantes devem usar máscara durante toda a duração da excursão, nunca se afastar do grupo e não se aproximar de pessoas externas e não entrar em lojas e outros locais que não os indicados pela própria empresa. Estas medidas são necessidades compatíveis com os protocolos de saúde instituídos.

O espaçamento durante a excursão em si é garantido pela capacidade do autocarro diminuída para metade (máximo 25 pessoas), o pequeno número de participantes em cada grupo e o uso de auriculares, para que não precise de se aproximar do guia.

Guias turísticos e motoristas de autocarro fazem zaragatoas na manhã das excursões para garantir a máxima segurança, sendo os veículos higienizados antes e depois do uso dos passageiros.

Na saída e retorno a bordo, é verificada a temperatura dos hóspedes, assim como, naturalmente, a higienização das mãos.

No geral, o Safety Protocol colocado em prática pelo Costa Cruzeiros resulta num compromisso equilibrado entre a garantia da proteção integral e cuidadosa da segurança sanitária e a possibilidade de usufruir plenamente do conceito de cruzeiro e férias. Um esforço enorme por parte do pessoal de terra e de bordo, mas com impacto mínimo na fruição do navio para os passageiros. Infelizmente, passamos meses difíceis, durante os quais o uso de máscaras e álcool das mãos se tornaram hábitos diários. Por isso, não será difícil continuar um pouco mais com os mesmos procedimentos. O mar, o pôr-do-sol, a boa comida, os nossos queridos navios são e serão sempre os mesmos.

Vale absolutamente a pena voltar a bordo, saborear o sabor do cruzeiro, ajudar as empresas a se recuperar e aproveitar ao máximo o que o mundo mágico do mar nos pode dar. Se não podemos, por enquanto, desembarcar livremente nos portos, podemos sempre aproveitar excursões bem organizadas e de baixo custo, ou desfrutar do barco meio vazio entre o sol, bons pratos, o spa ou a piscina.

Siga o Cruising Journal para mais informações, ofertas e Reviews do Costa Cruzeiros.

Gabriele Bassi

Comments