Swan Hellenic: decorre a construção do SH Minerva


A cerimónia de lançamento da colocação da quilha do primeiro dos dois novos navios de cruzeiro da Swan Hellenic, o SH Minerva, aconteceu hoje, em Helsínquia. O primeiro bloco de 347 toneladas do navio – acabado de chegar de Klaipeda onde foi montado e pintado – foi colocado sobre a quilha, por cima das moedas da sorte.

Lançado em Julho de 2020, o Swan Hellenic tem um programa para construir dois novos navios de navegação, cuja entrada em serviço está prevista para Novembro de 2021 e Abril de 2022. O seu modelo de cruzeiro cultural tornou-o particularmente popular nos círculos anglo-saxónicos desde os anos 50. O relançamento da marca inclui a adopção da mesma filosofia, num alvo de cruzeiro de alto nível. “Mostrar o que os outros não vêem” é o lema deste renascimento, que terá lugar até ao final de 2021.

O renascimento da Swan Hellenic, um nome com uma longa tradição na indústria dos cruzeiros, e está ligado à tendência actual no sector: navios de navegação, concebidos para operar em rotas polares e nos cantos mais remotos da terra. O estilo interior será inspirado por uma modernidade simples mas de classe, com inspiração nórdica.

O primeiro dos dois navios, o SH Minerva, será equipado com um sistema de propulsão híbrido diesel-eléctrico de 4,6 megawatts com redução catalítica selectiva, bateria de 3 megawatts no máx. e quilha para gelo PC5 reforçada. São 113 metros de comprimento, para uma tonelagem de 10.500. O seu nome é uma homenagem à deusa romana da criatividade e da sabedoria, mas também à unidade histórica da frota, que tem marcado o sucesso da marca durante muitos anos.

Comentando sobre os desafios especiais destes navios inovadores, o Gestor de Projecto Jonas Packalén explicou:A nova construção 516 e a sua irmã NB 517 foram concebidas para condições climáticas extremas: desde as áreas polares com condições de gelo severas às regiões tropicais. E são naturalmente concebidos para respeitar os delicados ecossistemas das regiões onde navegarão.”

O SH Minerva oferecerá um estilo de cruzeiro de luxo, com 76 cabines e suites, para uma ocupação máxima de 152 hóspedes e 120 membros da tripulação. Uma confirmação da tendência para o luxo e para as pequenas unidades dos últimos anos, ainda mais acelerada devido às perspectivas ligadas à pandemia.

Estamos muito felizes por termos podido trazer os nossos trabalhadores de volta e envolvê-los neste excitante projecto. Agora podemos fazer o que melhor sabemos: conceber e construir navios com uma grande história e um futuro ainda maior à nossa frente. Estes navios para a icônica marca Swan Hellenic estão a inspirar-nos, e espero que o cliente se aperceba disso”, disse Carl-Gustaf Rotkirch, CEO da Helsinki Shipyard Inc.

O CEO da Swan Hellenic, Andrea Zito mostrou-se satisfeito com o projeto e com os progressos previstos para a companhia: Estamos entusiasmados e honrados por escrever este novo capítulo da história da Swan Hellenic e esperamos encontrá-lo a bordo quando navegarmos para a Antárctida, em Novembro de 2021declarou. “Venham connosco ver o que os outros não vêem.”

Informações sobre a Swan Hellenic, atualizações e Comentários em Cruising Journal.

Gabriele Bassi

Comments